terça-feira, março 27, 2012

O 4º SINAL...de um derrame.

Um dado IMPORTANTE a ser considerado.


Melhor saber que pecar pela ignorância, nunca se sabe quando vai servir a informação adquirida em tempos de tranquilidade. ....

Os Derrames Cerebrais :
- Agora existe um 4º indicador : A língua




  


Derrame:
memorize as três primeiras letras...S.T.R.

Só leva um instante ler isto...
Disse um neurologista que se levarem uma vítima de derrame dentro das primeiras três horas, ele pode reverter os efeitos do derrame - totalmente. Ele disse que o segredo é reconhecer o derrame, diagnosticá-lo e receber o tratamento médico correspondente, dentro das três horas seguintes, o que é difícil.

RECONHECENDO UM DERRAME
Muitas vezes, os sintomas de um derrame são difíceis de identificar. Infelizmente, nossa falta de atenção, torna-se desastrosa. A vítima do derrame pode sofrer severa consequência cerebral quando as pessoas que presenciaram falham em reconhecer os sintomas de um derrame.
Agora, os médicos dizem que uma testemunha qualquer pode reconhecer um derrame fazendo à vítima estas três simples perguntas:

S* (Smile) Peça-lhe que SORRIA.
T* (Talk) Peça-lhe que FALE ou APENAS DIGA UMA FRASE SIMPLES. (com coerência)
(ex : Hoje o dia está ensolarado)
R* (Rise your arms) Peça-lhe que levante AMBOS OS BRAÇOS.
Se ele ou ela têm algum problema em realizar QUALQUER destas tarefas, chame a emergência imediatamente e descreva-lhe os sintomas, ou vão rápido à clínica ou hospital.

Novo Sinal de derrame -
Ponha a língua para fora.

NOTA: Outro sinal de derrame é este:
Peça à pessoa que ponha a língua para fora.. Se a língua estiver torcida e sair por um lado ou por outro, é também sinal de derrame.





sexta-feira, março 23, 2012

"A culpa foi da lagartixa", sentencia juiz

O Magistrado está de parabéns!
Realmente adorei a sentença, vale a pena ler até o final.

"A culpa foi da lagartixa", sentencia juiz

"Uma lagartixa tem todo o direito de circular pelas paredes externas das casas à cata de mosquitos e outros pequenos insetos que constituem sua dieta alimentar". Com essas palavras o juiz de Direito Helio David Vieira Figueira dos Santos, do JEC de Florianópolis/SC, condenou a Komlog Importação Ltda. a ressarcir um consumidor que teve o motor de seu ar condicionado queimado quando uma lagartixa entrou no aparelho.

Além de determinar o pagamento de R$ 664,00 ao autor da ação pelo fato de a empresa ter se recusado a dar a cobertura de garantia do eletrodoméstico, o juiz lamentou a morte do animal: "como ia ele saber se não havia barreira ou proteção que o fizesse refletir com seu pequeno cérebro se não seria melhor procurar refúgio em outra toca".

O magistrado também ponderou sobre a necessidade de o homem sempre colocar a culpa em alguém. "É, portanto, indiscutido nos autos que a culpa foi da lagartixa, afinal, sempre se há de encontrar um culpado e no caso destes autos, até fotografado foi o cadáver mutilado do réptil que enfiou-se onde não devia".

Autos n° 082.11.000694-3

Ação: Procedimento do Juizado Especial Cível/Juizado Especial Cível

Autor: A.C.

Réu: Komlog Importação Ltda.

Vistos, etc.

Trata-se de ação que dispensa a produção de outras provas, razão pela qual conheço diretamente do pedido.

A preliminar de complexidade da causa pela necessidade de perícia deve ser afastada, porquanto a matéria é singela e dispensa qualquer outra providência instrutória, como dito.

Gira a lide em torno de um acidente que vitimou uma lagartixa, que inadvertidamente entrou no compartimento do motor de um aparelho de ar condicionado tipo split e que causou a sua morte, infelizmente irrelevante neste mundo de homens, e a queima do motor do equipamento, que foi reparado pelo autor ao custo de R$ 664,00 (fl. 21), depois que a ré recusou-se a dar a cobertura de garantia.

É, portanto, indiscutido nos autos que a culpa foi da lagartixa, afinal, sempre se há de encontrar um culpado e no caso destes autos, até fotografado foi o cadáver mutilado do réptil que enfiou-se onde não devia (fl. 62), mas afinal, como ia ele saber se não havia barreira ou proteção que o fizesse refletir com seu pequeno cérebro se não seria melhor procurar refúgio em outra toca- Eis aqui o cerne da questão, pois afinal uma lagartixa tem todo o direito de circular pelas paredes externas das casas à cata de mosquitos e outros pequenos insetos que constituem sua dieta alimentar. Todo mundo sabe disso e certamente também os engenheiros que projetam esses motores, que sabidamente se instalam do lado de fora da residência, área que legitimamente pertence às lagartixas. Neste particular, tem toda a razão o autor, se a ré não se preocupou em lacrar o motor externo do split, agiu com evidente culpa, pois era só o que faltava exigir que o autor ficasse caçando lagartixas pelas paredes de fora ao invés de se refrescar no interior de sua casa.

Por outro lado, falar o autor em dano moral é um exagero, somente se foi pela morte da lagartixa, do que certamente não se trata. Houve um debate acerca da questão e das condições da garantia, que não previam os danos causados por esses matadores de mosquitos. Além disso, o autor reparou o equipamento, tanto que pretende o ressarcimento do valor pago, no que tem razão. E é só. Além disso, é terreno de locupletamento ilícito à custa de outrem.

Diante do exposto, julgo parcialmente procedente a ação, para condenar a ré a ressarcir o autor da quantia de R$ 664,00 (seiscentos e sessenta e quatro reais), a ser acrescida de juros de mora de 1% desde a citação e correção monetária pelo INPC, desde o desembolso (fl. 62).

Sem custas e sem honorários.

P. R. I.

Florianópolis (SC), 22 de fevereiro de 2012.

Helio David Vieira Figueira dos Santos

Juiz de Direito

terça-feira, março 20, 2012

Frustração



Enquanto escrevo, vejo o céu azul pela janela, e uma pequena borboleta passa. Estou no sexto andar, como um ser tão pequeno chegou até aqui? Porque eu não ganhei asas? Eu realmente deveria ir contra o que eu acredito?

A vida nos obriga a decisões, os problemas devem ser superados, não contornados. Deve-se separar as prioridades dos sonhos. O inocente idealismo deverá ser guardado a sete chaves, talvez seja chegada a hora de abafá-lo, deixando apenas uma minúscula fresta para que não morra, mas para transformar as chamas em brasa.



Não, a hipocrisia da humanidade não me atingiu, só cansei de imaginar um mundo perfeito sozinha. Uma pessoa sonhando com um mundo imaginário pode parecer loucura, mas se mais pessoas desejassem, como eu, um mundo ideal, isso seria uma revolução. Se aguentarei manter esse foco? Isso eu não sei. Priorizar o "bem maior"do sistema socio-politico "mundial" me deixa frustrada.

Vou descer até a base do pelo do coelho. Minha indignação, aquela que se remoía, se torcia, bradava toda vez que alguém discordava dela, está em estado de choque. Ela ainda não sabe se chora, se ri, ou se apenas cala. E eu apenas sei, que não o quero perder ou brigar.


segunda-feira, março 19, 2012

Final de semana


Walking On The Edge - Scorpions

Walking On The Edge by Scorpions on Grooveshark

Walking On The Edge

Welcome to a trip
Into my hurt feelings
To the center of my soul
You better bring a light
To find the house of meanings
In the labyrinth of yeas or no
For you, life is just like chess
If you don't make a move
You'll lose the game like this

Cause you, you're walking on the edge
You, you chose the way of love and pain
You, don't you see the bridge
I've built for you, it's just one step to start again

Welcome to a trip
Into my emotions
To the language of my heart
You're sailing on a river
That becomes an ocean
Which you can only cross with love
For you, life is just like chess
If you don't make a move
You'll lose the game like this

Cause you, you're walking on the edge
You, you chose the way of love and pain
You, don't you see the bridge


Conceitos dispersos

Para poderse aplicar lo "Buen vivir" tenemos que aprender a desapegarnos de las cosas materiales. Es importante vivir en armonía con el medio ambiente, con los otros y con usted. El consumismo desenfrenado debe llegar a su fin.

Mais importante do que "tentar" mudar, é simplesmente"mudar".

Gostaria de explodir todos os bancos, esconder todo o ouro e a platina, e todas as demais coisas que pudessem ter preço. Não gostaria de ter que depender do dinheiro. Não gostaria de depender de ninguém.

Um sorriso pode não ser felicidade e sim uma máscara para a lágrima que está sendo engolida.

"Necesitamos re-educarnos cada día para vivir y romper con la lógica alienante del sentido co -mún que, muchas veces, es la perversión del buen sentido y de la posibilidad del "buen vivir". (Pablo Suess)

"What is a cynic? A man who knows the price of everything and the value of nothing." (Oscar Wilde)

"O my brothers, I dedicate and direct you to a new nobility: you shall become procreators and cultivators and sowers of the future—verily, not to a nobility that you might buy like shopkeepers and with shopkeepers' gold: for whatever has its price has little value. Not whence you came shall henceforth constitute your honor, but whither you are going! Your will and your foot which has a will to go over and beyond yourselves—that shall constitute your new honor."(Friedrich Nietzsche)

E a sociedade continua a acreditar que comprará sua felicidade.

quarta-feira, março 14, 2012

In trance - Scorpions

In Trance by Scorpions on Grooveshark



Adoro essa música.

Vou fazer a tradução do meu pensamento quando a escuto:

Quando eu acordo pela manhã, já posso ver o sol que brilha no céu, enchendo a minha de luz. Ele brilha suavemente pela cortina, deixando que alguns raios entre pelo suave balançar do tecido. Olho para o lado e vejo a pessoa que sempre desejei, que amo. Vejo meus sonhos na minha frente, todos os desejos, ele é o reflexo do meu presente, do meu passado e será o meu futuro, pois a seu lado conquistarei meus objetivos. Ah, que gosto doce tem a vida, quanta beleza, quanta felicidade, isso me congela. Esse gosto bom de viver, me deixa em transe.

Eu estou em transe. Eu te chamo em meu pensamento, em meus sonhos, meu corpo clama por você. Consegue me ouvir te chamar?

Quando tudo está triste e desabando, quando nada mais parece dar certo na minha vida. Eu ligo o rádio, escuto uma música, e percebo que tudo é insignificante, pois o amor que sinto por você faz todo o resto perder a importância. Estou apaixonada, e isso não me deixa cair, me leva até o céu. Eu fecho os olhos e te sinto ao meu lado, tudo melhora, como o suave agre-doce vinho, as coisas se tornam mais leves. E as tormentas deixam de existir. Queria poder parar o tempo ao seu lado, viver e sentir a felicidade eternamente.

Estou completamente hipnotizada pelo amor, por você. Ah, meu corpo te chama, te clama, vem até aqui. Me pega, me agarra, escute meu coração, meu pensamento, meu corpo, você consegue ouvir? Você consegue sentir?


terça-feira, março 13, 2012

Frase da semana

Temos sido um agente geológico nefasto, e um elemento de antagonismo terrivelmente bárbaro da própria natureza que nos rodeia.

Euclides da Cunha

segunda-feira, março 12, 2012

Bolsa de Pesquisa

Carta a minha coordenadora de pesquisa,

Tive uma surpresa quando fui assinar o contrato da bolsa de pesquisa esse semestre. 
Eles proibiram acumular a bolsa de pesquisa (Pipe) com a bolsa do art. 170.
O ponto positivo é que aumentaram o valor da bolsa.
Mas da mesma forma isso me deixa aborrecida. Ao invés deles incentivarem a pesquisa eles incentivam o "pão e circo".

Se eu colocar na ponta do lápis, vale mais a pena eu ficar em casa "coçando" e receber a bolsa do art. 170, do que fazer produção científica!!!!!
Que tipo de incentivo é esse? Isso me deixa extremamente frustrada!!!!

Por óbvio que eu assinei a bolsa, por mais penoso que possa ser, vou fazer jus a cada centavo que eu recebo desse governo hipócrita!

O art. 170 era um incentivo para permanência na faculdade, para aqueles que não tem condições de pagar os estudos mas querem ter uma formação. Serve para as pessoas de baixa renda que não tem condições de pagar a faculdade, é isso que o art. diz, é um incentivo, um investimento na educação. Já a bolsa de pesquisa é uma forma de remuneração pelo desenvolvimento acadêmico, e que por vias de consequência auxiliava no pagamento da faculdade. Nem um, nem outro, isoladamente paga integralmente a faculdade.

A acumulação dos dois, para mim, era uma forma de pagar os estudos e VIVER, e não SOBREVIVER. Como querem nosso dirigentes. E digo dirigentes, pois incluo aqui os diretores, reitores, governadores, e todos os demais cargos de "mando", que tem e deveria exercer essa função, mas que deixam essa estrutura "viciada" continuar funcionando.

Desculpe o desabafo, mas é triste ver isso e ficar quieta.

Abraços

Mayane

terça-feira, março 06, 2012

50 coisas para NERD fazer antes de morrer...

Desculpa, mas isso me lembra alguém (ou algumas pessoas que conheço)...

Você prefere construir um robô de lego a escalar o Monte Everest? Zerar o Angry Birds em vez de pular de paraquedas?

Todo mundo tem uma lista de tarefas a completar. Não aqueles afazeres de todos os dias, mas aquelas aventuras que sonhamos em fazer um dia, antes de partir. Bem, em geral, esse inventário é composto por viagens, refeições, epifanias, mas e quanto aos nerds? Será que eles não têm alguns objetivos mais, digamos, inusitados?

Que tal em vez de escalar o Monte Everest, bater o recorde mundial no Donkey Kong? Ou dispensar o Machu Picchu, pois o que importa mesmo é construir seus próprio PC? Aqui na PC World – americana – resolvemos montar uma lista nerd, a partir de perguntas feitas aos funcionários.

Dividimos em cinco categorias: computadores, mobilidade, games, hacker e turismo tecnológico. Eis o resultado:

Computadores (David Law, repórter da PC World)

  • Aprender a programar.
  • Testar um sistema operacional open source.
  • Configurar meu sistema em dual-boot.
  • Ensinar uma criança a usar o computador.
  • Ensinar um parente a consertar um computador.
  • Construir um computador a partir de peças de reposição.
  • Começar meu blog Tumblr.
  • Usar três monitores para a mesma máquina.
  • Transformar o PC em um media center.
  • Configurar outro media center para colocá-lo em meu carro.

Mobilidade (Armando Rodriguez, repórter de mobilidade da PC World)

  • Ter o controle total sobre o sistema do celular (root).
  • Testar todas as plataformas móveis.
  • Desenvolver meu próprio aplicativo.
  • Ter uma bateria para smartphone que dure o dia inteiro.
  • Controlar tudo na minha casa com o celular.
  • Completar uma ligação no iPhone sem que ela caia.
  • Zerar o Angry Birds, com três estrelas em todas as fases.
  • Encontrar um bom jogo para meu smartphone que não seja um clone de Angry Birds, Fruit Ninja ou Cut The Rope.
  • Desenvolver um game para iPhone que se torne o mais vendido da App Store.
  • Tornar-me um mestre na arte de digitar em teclado virtual (sem usar o corretor automático).

Games (Nate Ralph, repórter de desktop da PC World)

  • Passar pelo dia nove no Starcraft II
  • Participar de um ataque conjunto no World of Warcraft.
  • Ganhar um jogo na Paciência.
  • Desenvolver uma máquina de realidade virtual para jogos de tiro em primeira pessoa – e jogar todos os games do gênero nela.
  • Zerar algum Metal Slug em menos de três meses.
  • Ganhar no Campo Minado em menos de um minuto.
  • Participar ou organizar uma festa em uma Lan House.
  • Zerar o Doom II.
  • Criar o meu mapa para Starcraft ou algum outro game de tiro em primeira pessoa.
  • Participar de uma campanha no Dungeons & Dragons.

Hacker (Nick Mediati, especialista da PC World em segurança, navegadores e sistemas operacionais)

  • Fazer parte de uma comunidade hacker.
  • Aprender a soldar.
  • Programar em BASIC.
  • Aprender a usar o Arduino.
  • Imprimir alguma coisa em 3D.
  • Construir um robô (não precisa ser sofisticado como este)
  • Construir um robô com peças de lego.
  • Instalar o Android em qualquer dispositivo imaginável.
  • Criar um hack para o Kinect.
  • Criar um computador que possa ser usado como roupa ou um relógio de pulso que vire um computador.

Turismo Tecnológico (Alex Wawro, editor assistente da central de testes da PC World) 

  • Viajar ao espaço.
  • Visitar o Museu de História da Computação no Vale do Silício.
  • Fazer uma cena para o carro do Google Street View.
  • Entrar na Área 51 (Bônus: sair da Área 51).
  • Voar em um jetpack.
  • Experimentar a gravidade zero em um Boeing 727. 
  • Fazer uma peregrinação para Atenas e ver a Máquina de Anticítera.
  • Completar uma caça ao tesouro – fictícia – com o uso do GPS (geocaching)
  • Visitar o Grande Colisor de Hádrons (LHC), localizado próximo à Genebra, na Suíça.
  • Fazer um cruzeiro geek para matar kobolds – inimigos no jogo Dungeons & Dragons – ou para conversar com fãs da Apple sobre o vinho Merlot enquanto cruza a costa do Oceano Pacífico.
Qualquer semelhança, não é mera conhecidência...