sexta-feira, outubro 29, 2010

João sem Braço

Não venha dar uma de...

No princípio do século passado, Portugal vivia um momento de agitação política iniciado em 1906, quando o rei Carlos I e o príncipe herdeiro foram assassinados e Dom Manuel subiu ao trono. Mas isso não acalmou os opositores da realeza, que decidiram iniciar um movimento revolucionário e conseguiram a deposição do novo rei e o início do sistema republicano de governo no país. Porém, todo mundo sabe o que revolução ali queria dizer: uma ação armada que tem como objetivo a substituição violenta dos detentores do poder, geralmente trazendo em sua esteira a morte, a mutilação e a ruína de gente que se envolveu na disputa, às vezes, contra sua própria vontade, ou então porque infelizmente estava no meio do caminho.

No caso de Portugal, as regras determinavam que feridos e aleijados não podiam ser deslocados para o campo de batalha. Assim, como a simulação de que alguém não tinha ou um, ou os dois braços, transformou-se em razão para afastá-lo das obrigações de trabalho, os gozadores da época aproveitaram a farsa em moda e criaram a expressão “dar uma de João sem-braço”, que passou a ser aplicada em todas as situações onde o cidadão apresentava alguma desculpa meio marota para justificar o descumprimento de compromissos, a intenção de não assumir responsabilidades, ou qualquer ação praticada com esperteza mal-intencionada.
Fernando Dannemann

quarta-feira, outubro 27, 2010

Apple Blossom - The White Stripes

Você sabia que posso fazer como diz a música?
Se você deizar, eu posso te ajudar com seus problemas.
Não precisa ficar calado, nem guardar todos eles pra você...
Se contar eles para mim, eu faço eles desaparecerem.

Vamos fazer o que diz a música?



Apple Blossom


hey little apple blossom
what seems to be the problem
all the ones you tell your troubles to
they don't really care for you

come and tell me what you're thinking
cause just when the boat is sinking
a little light is blinking
and i will come and rescue you

lots of girls walk around in tears
but that's not for you
you've been looking all around for years
for someone to tell your troubles to

come and sit with me and talk awhile
let me see your pretty little smile
put your troubles in a little pile
and i will sort them out for you
i'll fall in love with you
i think i'll marry you

Apple Blossom (Tradução)

Hey pequena flor da maçã
O que parece ser o problema
Todos aqueles a quem você os conta
Não se importam realmente com você

Venha me dizer o que está pensando
Porque só quando o barco está afundando
E uma pequena luz está piscando
É que eu virei pra salvar você

Muitas garotas andam por aí aos prantos
Mas isso não é para você
Você tem procurado em tudo a sua volta por anos
Por alguém a quem você possa os seus problemas dizer

Venha sentar-se comigo e conversar um pouquinho
Deixe-me ver seu lindo sorriso pequenino
Deixe seus problemas empilhadinhos
E aí eu vou soluciona-los pra você
E vou me apaixonar por você
Eu acho até que me casei com você

terça-feira, outubro 26, 2010

segunda-feira, outubro 25, 2010

Brassolaeliocattleya Toshie Aoki

Esse nove é estranho para uma flor tão bela.

Admiro essa flor a muito tempo. Das orquídeas, é uma de minhas favoritas. Quase um sonho de consumo. Logo quando tiver meu cantinho e poder cultivar essas peças reras e belas, vou ter uma dessa!

Flores grandes, amarelo ouro, labelo aveludado cor de vinho ou vermelho sangue.Algumas apresentam flameado da cor do labelo nas estremidades das pétalas. Boa substância e textura cintilante.

sexta-feira, outubro 22, 2010

Apenas 35 dos 513 deputados foram eleitos com os próprios votos

Levantamento do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) indica que, segundo o resultado preliminar das eleições, apenas 35 dos 513 deputados federais eleitos alcançaram individualmente o quociente eleitoral nos seus estados. Em 2006, 32 foram eleitos ou reeleitos com os seus próprios votos, sem precisar dos votos das suas coligações.

Bahia, Pernambuco e Minas Gerais elegeram cinco parlamentares cada nessa situação. Ceará, Goiás, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo têm dois eleitos cada. Acre, Distrito Federal, Piauí, Paraná, Rondônia e Roraima contam com um representante cada.

Considerando os partidos, PT e PMDB elegeram sete cada; PSB, cinco; PR, quatro; PSDB, DEM e PP, dois; e PTB, PPS, PDT, PSC, PSol e PCdoB, um.

Casos excepcionais
O humorista Tiririca, que conquistou 1,3 milhão de votos pelo Partido da República em São Paulo, teve votos suficientes para ajudar a eleger mais 3,5 deputados de sua coligação.

Por outro lado, deputados com votação expressiva não foram eleitos. No Rio Grande do Sul, a deputada Luciana Genro (Psol) não conseguiu ser reeleita, apesar de ter recebido 129 mil votos - a deputada não eleita mais votada do Brasil.

Para o líder do Psol na Câmara, deputado Ivan Valente (SP), o sistema atual cria distorções "monstruosas" quando se trata de coligações partidárias, porque nem sempre o candidato "puxado" segue a mesma ideologia do mais votado.

Quais deputados foram eleitos com próprios votos

quarta-feira, outubro 20, 2010

Mais direito civel

Meu resumo:
Tem conteúdo pra fazer download no final...


·         Obrigação Solidária
Multiplicidade de credores/devedores;
Solidariedade não se presume, resulta da lei ou da vontade das partes -  Art.265/CC.
Art. 265. A solidariedade não se presume; resulta da lei ou da vontade das partes.
           
            A solidariedade pode ser: a) ativa (vários credores); b) passiva (vários devedores); c) mista (simultaneidade de vários credores e devedores).
            Renúncia da solidariedade – libera o co-devedor de participar do débito total advindo da solidariedade. Este devedor terá que pagar apenas a sua cota. A renúncia não aproveita aos demais.
            Perdão (Remissão) – modalidade extintiva. O perdão não aproveita aos demais. O perdão de um co-credor solidário é permitido mesmo sobre a totalidade da dívida. Depois, reembolsará o outro co-credor. O perdão para um dos co-devedores, não extingue a dívida, apenas a reduz.
            Falecimento – o crédito passa para os herdeiros, mas a solidariedade não se transmite.

Obrigações Líquidas e Ilíquidas

Líquida é a obrigação certa quanto à sua existência, e determinada quanto ao seu objeto. A prestação, pois, nesses casos, é certa, individualizada, a exemplo do que ocorre quando alguém se obriga a entregar ao credor a quantia de R$ 100,00. A obrigação ilíquida, por sua vez, carece de especificações do seu quantum, para que possa ser cumprida.

Quanto aos elementos acidentais

Puras e Simples
Não se sujeita a condições, termos ou encargos. Produzem efeito imediato.

Obrigações Condicionais

Trata-se de obrigações condicionadas a evento futuro e incerto, como ocorre quando alguém se obriga a dar a outrem um carro, quando este se casar.

Obrigação a Termo

Se a obrigação subordinar a sua exigibilidade ou a sua resolução, outrossim, a um evento futuro e certo, estaremos diante de uma obrigação a termo

Obrigações Modais

As obrigações modais são aquelas oneradas com um encargo (ônus), imposto a uma das partes, que experimentará um benefício maior.

Quanto ao momento em que devem ser cumpridas:

Obrigação de execução instantânea ou momentânea

Se consumam em um ato só, cumpre-se imediatamente após sua constituição. Ex: compra e venda a vista.

Obrigação de execução Diferida

Cumprimento também em um ato só, mas este ocorrerá em momento oportuno no futuro. Ex: Compra com cheque pré-datado.

Obrigação de execução continuada

Periódica, trato sucessivo se cumpre por meio de atos reiterados. Ex: Contrato de aluguel, água, luz.

Pacta Sun servanda – O que é decidido entre as partes é lei entre as partes.
Art. 478rebus sic stantibus – teoria da imprevisão:
- Imprevisibilidade
- excessiva onerosidade
- desequilíbrio contratual

Cessão de Crédito

A cessão de crédito traduz uma modalidade de transmissão obrigacional em que o credor (cedente) transfere total ou parcialmente o seu crédito a um terceiro (cessionário), mantendo-se a mesma relação obrigacional – primitiva- com o devedor (cedido).

A cessão pode ser onerosa ou gratuita.

Art. 286. O credor pode ceder o seu crédito, se a isso não se opuser a natureza da obrigação, a lei, ou a convenção com o devedor; a cláusula proibitiva da cessão não poderá ser oposta ao cessionário de boa-fé, se não constar do instrumento da obrigação.

A cláusula proibitiva da cessão, denominada “pacta de non cedendo”, à luz do principio da eticidade, deve constar expressamente no instrumento da obrigação.

À luz do princípio da boa-fé, e como decorrência do “dever de informação”, o devedor deve ser comunicado da cessão feita, sob pena de não ser a mesma eficaz em face dele:

Art. 290. A cessão do crédito não tem eficácia em relação ao devedor, senão quando a este notificada; mas por notificado se tem o devedor que, em escrito público ou particular, se declarou ciente da cessão feita.

Art. 292. Fica desobrigado o devedor que, antes de ter conhecimento da cessão, paga ao credor primitivo, ou que, no caso de mais de uma cessão notificada, paga ao cessionário que lhe apresenta, com o título de cessão, o da obrigação cedida; quando o crédito constar de escritura pública, prevalecerá a prioridade da notificação.

Art. 293. Independentemente do conhecimento da cessão pelo devedor, pode o cessionário exercer os atos conservatórios do direito cedido.

Art. 294. O devedor pode opor ao cessionário as exceções que lhe competirem, bem como as que, no momento em que veio a ter conhecimento da cessão, tinha contra o cedente.

Responsabilidade pela cessão de crédito: Regra geral, o cedente responderá apenas pela existência do crédito cedido, não se responsabilizando ela solvência do devedor (pro soluto); nada impede, no entanto, que seja convencionada também a respoinsabilidade pela solvência do devedor (pro solvendo).

Art. 295. Na cessão por título oneroso, o cedente, ainda que não se responsabilize, fica responsável ao cessionário pela existência do crédito ao tempo em que lhe cedeu; a mesma responsabilidade lhe cabe nas cessões por título gratuito, se tiver procedido de má-fé.

Art. 296. Salvo estipulação em contrário, o cedente não responde pela solvência do devedor.

Art. 297. O cedente, responsável ao cessionário pela solvência do devedor, não responde por mais do que daquele recebeu, com os respectivos juros; mas tem de ressarcir-lhe as despesas da cessão e as que o cessionário houver feito com a cobrança.

Cessão de Débito ou Assunção de dívida

Opera-se por meio do negocio jurídico pelo qual o devedor, com expresso consentimento do credor, transfere o seu débito a terceiro.

A relação obrigacional é a mesma.

Art. 299. É facultado a terceiro assumir a obrigação do devedor, com o consentimento expresso do credor, ficando exonerado o devedor primitivo, salvo se aquele, ao tempo da assunção, era insolvente e o credor o ignorava.

Parágrafo único. Qualquer das partes pode assinar prazo ao credor para que consinta na assunção da dívida, interpretando-se o seu silêncio como recusa.

Art. 300. Salvo assentimento expresso do devedor primitivo, consideram-se extintas, a partir da assunção da dívida, as garantias especiais por ele originariamente dadas ao credor.

Art. 301. Se a substituição do devedor vier a ser anulada, restaura-se o débito, com todas as suas garantias, salvo as garantias prestadas por terceiros, exceto se este conhecia o vício que inquinava a obrigação.

Art. 302. O novo devedor não pode opor ao credor as exceções pessoais que competiam ao devedor primitivo.

Art. 303. O adquirente de imóvel hipotecado pode tomar a seu cargo o pagamento do crédito garantido; se o credor, notificado, não impugnar em trinta dias a transferência do débito, entender-se-á dado o assentimento.
A anuência do credor é indispensável para que se dê esta modalidade

Aqui está o link para alguns resumos de um curso do Pablo Stolze:

CIQUE AQUI >>>



CLIQUE AQUI >>>

Direito Civil

Olá!!!!

Aqui está o link para os conteúdos da prova:

CIQUE AQUI >>>



CLIQUE AQUI >>>

segunda-feira, outubro 18, 2010

Serie - 10 Coisas - Filho na Puberdade

Ixi... acho que vou fazer tudo que não pode quando tiver um filho!
hahahahahahahah

 

1 - Te vejo em três anos.
2 - Você quer começar com crack, heroína ou cocaína?
3 - Você é um quadradão de merda. Eu chego em casa a hora que eu quiser.
4 - Essa é a Chantal e ela me ensinou tudo direitinho.
5 - Piercing? Não, pode esquecer.
6 - Eu fiz seu dever de casa e já limpei seu quarto. Posso ir brincar agora?
8 - Vai ficar demais
9 - E quando ele cai no brejo, o cavaleiro faz um "plop"!
10 - Deixe-me ver se ele está, é... Thommy não está no momento. Quer deixar algum recado?

quinta-feira, outubro 14, 2010

País precisará rever idade mínima de aposentadoria, diz coordenadora do Ipea

O envelhecimento da população brasileira deve levar o País a aumentar a idade mínima para a aposentadoria e acabar com a aposentadoria compulsória, defendeu nesta quarta-feira, 13, a coordenadora de População e Cidadania do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), Ana Amélia Camarano. "É importante acabar com a aposentadoria compulsória. Ela é fruto de preconceito", disse durante a divulgação do Comunicado do Ipea nº 64 - PNAD 2009: Primeiras Análises - Tendências Demográficas, no Rio.

Ana Amélia afirmou que o envelhecimento da população vai requerer outras medidas, como uma revisão da idade mínima para aposentadoria. "Estamos vendo isso na França, que está praticamente parada, e também é uma tendência para o Brasil", disse. Segundo ela, esse tipo de medida é positiva para a Previdência e também para os idosos, que se beneficiariam da maior permanência no mercado de trabalho.

"Isso é importante do ponto de vista da questão previdenciária e fiscal e do ponto de vista do indivíduo. Principalmente para o homem, a saída do mercado de trabalho significa uma importante desintegração social. Com isso, aumentam os índices de alcoolismo, de depressão e até de suicídios", comenta.

O comunicado do Ipea projeta que a população brasileira deve parar de crescer por volta de 2030, com base em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A tendência, diz o documento, é resultado da combinação da queda da mortalidade com a redução da fecundidade. O estudo mostra que a população idosa (com 60 anos ou mais), que respondia por 7,9% da população brasileira em 1992, passou a responder por 11,4% em 2009.

"É importante que as pessoas vejam o trabalho do idoso com menos preconceito, até porque senão não haverá gente para trabalhar no futuro", disse Ana Amélia.

Ela afirmou que o País tem avançado na redução da pobreza entre os idosos e apontou como uma das causas o fato de o piso da aposentadoria ser o salário mínimo. "É importante que essa redução acentuada da pobreza entre os idosos se mantenha. Uma das razões é que o piso do benefício é o salário mínimo. Então é importante que não haja desvinculação", defende.

Fonte: Portal Contábil SC


******************** Comentários Pessoais ************************

Do jeito que a coisa está indo, quando eu chegar aos 70 ainda vou ter que trabalhar mais 20 anos pra me aposentar. E eu que pensei que quando chegasse a uns 50 ía viver na estrada e ser feliz!

Contribuímos a vida toda, pagamos impostos abusivos para no final ter que trabalhar mais ainda!!


terça-feira, outubro 12, 2010

Coisas do Cérebro

Mais coisas de cérebro . .  Da Universidade de Cambridge .

Só pssaoes epsertas cnsoeugem ler itso.

Eu não cnogseui acreidatr que relmanet pidoa etndeer o que etvsaa lndeno. O pdoer fnemoeanl da mntee huamna, de aorcdo com uma psqueisa da Unvireisadde de Cmabrigde, não ipmrota a odrem em que as lteras em uma plavara etsão, a úcina cisoa ipmotratne é que a piremira e a útimla ltreas etseajm no lguar ctreo. O rseto pdoe etasr uma ttaol bnauguça e vcoê adnia pdoreá ler sem perolbmea. Itso pruqoe a mtene haunma não lê cdaa lreta idnvidailuemtne, mas a pvrlaaa cmoo um tdoo. Ipessrinaonte hien? É e eu smrepe pnenesi que slortaerr era ipmorantte! Se vcoê pdoe ler itso pssae aidntae !!

quarta-feira, outubro 06, 2010

Conquiste definitivamente quem voce ama

Quando eu recebi esse anúncio pelo e-mail... eu abri de curiosa.. depois eu ri muuuuuiiiitooooo...

Meu comentários estão logo abaixo do anúncio....





Como fazer uma mulher apaixonar-se por você indepêndente da sua aparência: Tenha muito dinheiro!

Como mantê-la fiel a você mesmo quando ela está longe: É só interter ela, assim: dê um papelzinho para ela no dia que ela for embora escrito dos dois lados "VIRE!" ela ficará horas intertida!

Segredos para enlouquecer uma mulher na cama: Aqui eu tenho vários...

1 . Troque de canal no clímax da novela!
2 . Quando ela estiver dormindo, acorde ela gritando e quando ela acordar, peça para buscar uma cerveja na geladeira.
3 . Quando ela estiver indo dormir, pergunte se ela não quer pagar as contas do mês...

Esses são truques infalíveis para deixar ela louca DE RAIVA, mas louca...hahahhaha

Aí...aí...comentários machistas a parte... eu sinceramente não acredito que um homem compre isso.

Eu como mulher, digo: É bem mais fácil perguntar a ela o que a agrada, afinal, as mulheres não são iguais, e não é com um manualzinho que você vai desvendar o mistério todo... sinto muito....


Catarina

Adorei o som... não sei se o Blogspot comporta esse tipo de arquivo...
vou descobrir agora!

domingo, outubro 03, 2010

Serie - 10 Coisas - Carona

Faltou um monte de coisa que não se deve fazer...haahahahaha

Agora, o item número 9....tem gente que se pudesse...fariaaaaaaaa!!!!

sábado, outubro 02, 2010

Pa Panamericano?

Queria saber da onde tiraram o Pa Panamericano...

A letra dessa música é muuuuiiiitoooooo BOA!!!

A tradução está abaixo da letra original...




Tu Vuò Fa L'americano

Puorte o cazone cu 'nu stemma arreto
'na cuppulella cu 'a visiera alzata.
Passe scampanianno pe' Tuleto
camme a 'nu guappo pe' te fa guardà!

Tu vuò fa l' americano!
mmericano! mmericano
siente a me, chi t' ho fa fa?
tu vuoi vivere alla moda
ma se bevi whisky and soda
po' te sente 'e disturbà.

Tu abballe 'o roccorol
tu giochi al basebal '
ma 'e solde pe' Camel
chi te li dà? ...
La borsetta di mammà!

Tu vuò fa l' americano
mmericano! mmericano!
ma si nato in Italy!
siente a mme
non ce sta' niente a ffa
o kay, napolitan!
Tu vuò fa l' american!
Tu vuò fa l' american!

Comme te po' capì chi te vò bene
si tu le parle 'mmiezzo americano?
Quando se fa l 'ammore sotto 'a luna
come te vene 'capa e di:"i love you!?"

Tu vuò fa l' americano!
mmericano! mmericano
siente a me, chi t' ho fa fa?
tu vuoi vivere alla moda
ma se bevi whisky and soda
po' te sente 'e disturbà.

Tu abballe 'o roccorol
tu giochi al basebal '
ma 'e solde pe' Camel
chi te li dà? ...
La borsetta di mammà!

Tu vuò fa l' americano
mmericano! mmericano!
ma si nato in Italy!
siente a mme
non ce sta' niente a ffa
o kay, napolitan!
Tu vuò fa l' american!
Tu vuò fa l' american!
Tu vuò fa l' american!


Você Se Faz de Americano

Usa uma calça com um brasão atrás,
usa um boné com a viseira levantada.
Passa desfilando por Toledo
como um valentão para que te olhem.

Você se faz de americano
Americano, americano
Quem te diz pra fazer isso?
Você quer seguir a moda
Mas se você bebe whisky e soda
Você só passa mal.

Você dança Rock n' Roll
Você joga baseball
Mas o dinheiro para comprar os cigarros Camel
Quem é que te dá?
A bolsinha da mamãe!

Você se faz de americano
Americano, americano
mas nasceu na Itália...
Me escuta,
não tem nada a dizer
okay, napolitano.
Você se faz de americano,
Você se faz de americano.

Como pode entender o que está dizendo
se você só fala meio americano.
Quando você faz amor sob a lua,
como te passa pela cabeça dizer: "I love you".

Você se faz de americano
Americano, americano
Quem te diz pra fazer isso?
Você quer seguir a moda
Mas se você bebe whisky e soda
Você só passa mal.

Você dança Rock n' Roll
Você joga baseball
Mas o dinheiro para comprar os cigarros Camel
Quem é que te dá?
A bolsinha da mamãe!

Você se faz de americano,
americano, americano,
mas nasceu na Itália...
Me escuta,
não tem nada a dizer
okay, napolitano.
Você se faz de americano,
Você se faz de americano.
Você se faz de americano