domingo, junho 09, 2013

Não quero crescer...



As vezes não reparamos o quão belo as coisas simples podem ser. Quando somos crianças conseguimos nos divertir com pequenas coisas. Crescemos e começamos a acreditar que temos que levar a vida mais a sério e tornamos nossa alma apática para o humor e os sentimentos.

Quando somos crianças, temos a capacidade de nos surpreender com as coisas, de desvendar mistérios e de achar que para tudo há uma resposta. Cada dia parece que vemos o mundo de um jeito completamente novo e diferente. Mudamos o mundo e os olhares em nossa mente e em nosso corpo.

Deixamos para trás esse jeito "levado" de ser, a busca pelo desconhecido, pelas coisas simples, pelos olhares, pelas ilusões. Paramos de acreditar que tudo é possível e nos deparamos com o que acreditamos ser a dura e cruel realidade.

Porque?

Nenhum comentário:

Postar um comentário