quinta-feira, fevereiro 16, 2012

Carta ao SR. Presidente da República

Certa vez recebi esse texto por e-mail, acho que devo compartilhar.

Carta ao SR. Presidente da República

Excelentíssimo Sr. Presidente da República Federativa do Brasil. Manifesto meu total apoio ao seu esforço de modernização do nosso país. Como cidadão comum, não tenho muito mais a oferecer além do meu trabalho, mas já que o tema da moda é Reforma Tributária, percebi que posso definitivamente contribuir mais.

Vou explicar: Na atual legislação, pago na fonte 27,5% do meu salário.. Como pode ver, sou um brasileiro afortunado. Sou obrigado a concordar que é pouco dinheiro para o governo fazer tudo aquilo que promete ao cidadão em tempo de campanha eleitoral. Mesmo juntando ao valor pago por dezenas de milhões de assalariados!

Minha sugestão é invertermos os percentuais: A partir do próximo mês autorizo o Governo a ficar com 72,5% do meu  salário... Portanto, eu receberia mensalmente apenas 27,5% do resultado do meu Trabalho mensal.

Funcionaria assim: 

Eu fico com 27,5% limpinhos, sem qualquer ônus..  

O Governo fica com 72,5% e leva as contas de:

-Escola;  
-Convênio médico ;  
-Despesas com dentista;
-Remédios;  
-Materiais escolares ;  
-Condomínio;  
-Água;  
-Luz ;  
-Telefone;
-Energia;  
-Supermercado ;  
-Gasolina;  
-Vestuário;  
-Lazer ;  
-Pedágios;  
-Cultura;  
-CPMF;  
-IPVA;  
-IPTU;  
-ISS;  
-ICMS;
-IPI;  
-PIS;  
-COFINS ;  
-Segurança;  
-Previdência privada 
- e qualquer taxa extra que por ventura seja repentinamente criada por qualquer dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Um abraço Sr. Presidente e muito boa sorte, do fundo do meu coração!

Ass.: Um trabalhador que já não mais sabe o que fazer para conseguir sobreviver com dignidade.  

PS: Podemos até negociar o percentual !!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário