segunda-feira, maio 02, 2011

As vezes...

Algumas pessoas simplesmente não entenderam o que eu quis dizer com esse post... é uma pena... Não queria que as pessoas se ofendessem, queria que entendessem como me sinto. 


AS vezes me deparo com o desagradável sentimento de que estou sozinha. De que não pertenço a este lugar. Tenho poucas amigas ou amigos. Não tenho com quem sair e conversar. ;sou sempre descriminada, seja pelo meu jeito de falar, ou por ter nascido no Paraná. E quer saber tenho muito orgulho desses dois fatos.

Eu não quero me "enquadrar". Não quero deixar de ser a pessoa que eu sou. Queria que as pessoas me aceitassem pelo meu modo de vista, pelas minhas perspectivas, pelos meus sonhos, pelo meu jeito de ser.

As pessoas por aqui são extremamente individualistas e egoístas. E admitem isso. Falam que são assim devido a sua cultura, admitem que isso é errado, mas não fazem o menor esforço para mudar suas perspectivas. Para aceitar as pessoas que são diferentes, que tem sonhos ou visões diferentes.

Conhecer o Jaques e vir para cá foi a melhor coisa que me aconteceu, a melhor escolha que eu já fiz na minha vida, na maior parte do tempo eu simplesmente sou muito feliz. Mas as vezes me bate uma saudade imensa da minha terra, dos meus amigos. Mas eu já tinha um circulo de amigos que, por mais que eu me esforce, não consigo nem chegar perto de ter um por aqui. Quando conquisto novas amizades, elas se vão, se mudam ou eu não as vejo mais por um tempo. E quando nos encontramos (seja um mês depois) elas simplesmente não me tratam mais como amiga. Eu passo novamente a escala dos simples conhecidos. Eu não entendo como isso acontece. Não entendo porque acontece. Só queria que não acontecesse. Queria poder sair depois da aula, ir em algum lugar rir um pouco, conversar um pouco, mas se eu for sair será sozinha.

Não tenho amigos, mesmo as amizades que eu achei ter cultivado não floresceram. Os poucos que chegaram perto de soltar um botão, partiram antes me deixando na lembrança.

Será que sou eu que sou tão estranha assim? Percebi em mim que eu estou mudando. Já não falo mais tanto com as outras pessoas, já não penso tanto em ideias mirabolantes de como salvar o mundo, já não encontro as soluções para guerra ou para fome. Já não sei sobre a economia do Butão, ou sobre o que acontece nas filipinas.

Já não discuto sobre as possibilidades e consequências de uma guerra nuclear. Já não desenho mais. Já não crio mais. Sou feliz, estou conquistando meu espaço, mas sinto falta dos meus amigos. Sinto falta.

Tenho o Jaques, e em 90% do tempo ele é o suficiente para mim, mas as vezes doe tanto.

3 comentários:

  1. fellow blogger, if my experience with friends may be of service, allow me to tell my opinion.

    While in schools, and surrounded by people of similar situations, it was easy to become friends with a bit of easy conversation about the school we were in, or the ideas of what was next after laving school, or the expectations of what life might lead us to.

    After finishing schools, and becoming an adult with a job, and joining the human condition of work to survive, earn to pay bills, hoping to get ahead and enjoy the luxuries of life, the hopes of hobbies and entertainment, the everyday work and eat and sleep becomes the normal occupation, and there are far less people around us who are in the same situation because the variety of jobs and ages of people we mix with grows. The number of people you talk to at great length shrinks, and we make fewer friends, but those we do befriend are stronger ties, and last much longer than the childhood schoolmates whom have been blown along the by the winds of the world.

    I hope you take a moment today, and break free from your normal everyday routine, go to your favored coffee house, and say to 2 similar aged people there, I want to make 2 friends today.

    If they are nice people, you have a good chance, if they aren't you are quickly past the bravery needed to talk to strangers and put your smile on when nervous.

    May you find nice people first, enjoy your coffee and their conversation, and make a new friend who can share your time.

    If they ask why you came to make a friend, you can laugh and tell them some silly american wanted you to try a new thing because he wants you to be happy.

    Best hopes and wishes for your days, and tomorrows. May you have friends with laughter and good sense.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Mayane! Muito interessante o seu blog. Parabéns pela sensibilidade... Desejo-lhe sucesso e prosperidade. Quando tiver um tempinho, apareça no meu espaço. Terei o maior prazer em recebê-la. Até!

    ResponderExcluir
  3. Vou te dar uma dica do que se passa, que se você relamente tivesse toda a inteligência que pensa que tem, já teria percebido.
    Você e uma pessoa chata.
    Mas nao uma pessoa chata e num nível da chatice pura e simples, que todo mundo tem um pouco e nao significa que as pessoas irão se afastar de você.
    Você e o pior tipo de chato que existe: o chato arrogante.
    Você e uma pessoa desagaradavel, mas de uma arrogância insuportável.
    Se acha mais inteligente que quase todo o resto da
    humanidade, acha que seus gostos são superiores, e por que lê e repete o que lê, sem criar nada novo alias, acha que e superior aos outros.
    De todo esse seu blog,a única coisa que e realmente sua e esse post lamentoso, que critica toda uma sociedade que você escolheu pra viver, ou seja, todo mundo esta errado, somente você esta certa.

    Como o cara do outro comentário escreveu, após adultas, as pessoas tem experiências diferentes, isso nao faz ninguém pior que você,ao contrário do que imaginas.

    Um pouco menos de arrogância te faria muito bem.

    Nao estou falando nada disso por maldade, tome como dica, critica construtiva.
    Você nao precisa ser a pessoa mais inteligente,experiente,sabe tudo do mundo.
    Tente ser um pouco mais agaradavel,fale menos de si mesmo como alguém incrível e sem defeitos.











    Já te passou pela cabeça que algumas pessoas que você menospreza também lêem, também tem cultura, mas nao tem necessidade de ficar mostrando isso pra todo mundo como você costuma fazer?
    Ler e muito bom, se manter informado e ótimo, mas ninguém precisa se cahar superior por conta disso.
    Minha intenção com esse comentário nao e te ofender, e sim

    ResponderExcluir