quarta-feira, janeiro 19, 2011

Simples


Houve um tempo em que as coiasas eram  mais simples. A gente catava fruta do pé, se lambusava chupando manga, se divertia caçando vagalumes. Acampar final de ano era uma vesta, e se não podia ir muito longe, no quintal já estava de bom tamanho. Como era bom poder colocar qualquer roupa sem se importar com o que os outros vão falar o pensar. Como é bom apenas pensar no momento e esquecer das preocupações que o dia seguinte pode nos trazer. Não sabemos aproveitar bem a infância, queremos crescer rápido, queremos fazer as "coisas de gente grande" só não percebemos que isso nos toma a pureza, isso retira de nós a inocência. Ah! Como é bom ser inocente, ahcar que não há maldade no mundo. Rir, apenas por rir, e não ter que explicar da onde veio o sorriso ou a lágrima, apenas deixar que os sentimentos estrapolem a noção de corpo e alma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário