quarta-feira, setembro 29, 2010

As pessoas...

Sabe uma coisa que notei nos últimos meses, comoas pessoas aqui são distantes. Elas são suas amigas, mas são totalmente individualistas. Custei a entender como isso pode funcionar. Porque, por mais que ela se de bem com você, é cada um na sua e tudo bem, se você invadir demais o espaço dela, as coisas já ão começam a ir tão bem assim.

Eu que venho de uma cidade que quando você tem amigos, são amigos pra caralh*!! Que pra eles "Mi casa és su casa!", é estranho chegar em um lugar que cada um tem o seu, cada um defende o seu, porque cada um é cada um e ponto final. Sinto falta dos meus amigos batendo na porta da minha casa, enquanto já abriam a porta e perguntavam o que tinha pra comer. Das tardes que juntamos as meninas para não fazer nada além de tirar foto e falar mal dos outros (vamos para o inferno meninas). Das vezes em que acordei pesoinhas (normalmente eu saia roxa).

As pessoas aqui são como...hummm... sabe que não me vem comparações na cabeça, porque elas são cordiais, são simpáticas, te tratam com respeito, mas nada além disso. Você passa 8 horas do lado de pessoas que você tem pouquissíma informação, e no final do dia se dá conta que nem conhece!

Então por mais pessoas que tenham a minha volta. Me sinto muitas vezes sozinha. Porque se algo acontecer comigo, eu não tenho pra onde correr, eu não saberia o que fazer. Penso que nada pode dar errado, que tenho e sempre vou ter o Jaques ao meu lado, e reso para que isso sempre seja verdade, pois eu não quero mais viver sem ele. Mas muitas vezes tenho que afastar o medo de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário