quinta-feira, maio 13, 2010

Relativo

Já dizia Einstein: Tudo é relativo. E porque não algo mais relativo que o tempo. É sempre assim. Quando estamos nos divertindo ele passa voando, quando estamos sem fazer nada, os minutos viram horas.

É assim também quando uma pessoa que amamos está longe. No tempo em que a distância os separa, parece que os minutos tem 120 segundos, é algo incrível como tudo parece uma eternidade para se alcaçar!
Meu calendário ficou assim:

Foram, quase três dias, mas pareceu uma semana a mais, já estava me perguntando se existiram duas terças no meu caléndário, ou se eu estava contando os dias de maneira duplicada. Mas percebi como o tempo é inconstante para os momentos e as pessoas.

Sabe o que eu também notei, que depois que essa pessoa chega, é como se o tempo não passasse para elas. É algo como se mesmo que você ficasse meses longe dessa pessoa, quando você a reencontra é como se você tivesse se despedido ontem. Pois o amor que você sente por ela não diminui, pelo contrário, aumenta.

Agora a minha semana ficou assim:


E tudo se tornou pequenininho diante da imensidão do sentimento que é o amor, que é o estar junto dessa pessoa.

Um comentário: