domingo, abril 25, 2010

Na vida eu aprendi...

Que você não pode fazer com que os outros o amem, tudo que você pode fazer é ser alguém que possa ser amado, o resto e com eles.

Que não importa o quanto você se dedique a alguém, algumas pessoas simplesmente não são capazes de reconhecer ou corresponder.

Que você pode até se sair bem com charme por uns quinze minutos, mas depois disso é melhor ter algum conteúdo.

Que custa um tempo enorme para nos tornarmos a pessoa que queremos ser.

Que é muito mais fácil reagir do que pensar.

Que ainda podemos continuar em frente muito além do que pensávamos que poderíamos.

Que ou você controla suas atitudes ou elas controlarão você.

Que existem pessoas que te amam de verdade, mas simplesmente não conseguem demonstrar esse amor.

Que meu melhor amigo e eu podemos fazer qualquer coisa, ou coisa nenhuma e ainda assim nos divertimos a valer.

Que às vezes quando estou irritado, eu tenho o direito de estar irritado, mas isso não me dá o direito de ser cruel.

Que a verdadeira amizade continua a crescer mesmo quando estamos longe. O mesmo acontece com o amor.

Que só porque alguém não te ama do jeito que você gostaria, não significa que ela não te ame de todo o seu coração.

Que você nunca deveria dizer a uma criança que seus sonhos são impossíveis ou improváveis de acontecer. Poucas coisas são mais humilhantes que isso, e que desastre seria se esta criança acreditasse em você.

Que por mais que você esteja sofrendo o mundo não vai parar para você ficar se lamentando.

Que só porque duas pessoas discutem, isto não significa que não se amem, e às vezes só porque duas pessoas não discutem, também não significa que se amem.

Que existem muitas maneiras de se apaixonar e continuar apaixonado.

Que escrever, assim como falar podem aliviar as dores emocionais.

Um comentário: