quinta-feira, março 11, 2010

a little history

Photobucket


As vezes eu paro para pensar o que me conduziu até aqui. Me deparo com um coração maluco, sem direção, que trombou com você no meio da minha louca e desvairada corrida para algo que eu queria considerar perfeito mas não sabia nem ao menos o que era. Não sabia mais para que lado seguir, nem ao menos o que desejar para o futuro. Criava sonhos egoístas porque não queria mais ter que compartilhar minha vida ou a minha felicidade. Teria que ser somente eu, para nunca mais sofrer. Eu seguia em frente apenas para completar os passos da minha caminhada. Voava baixo com medo de me arriscar em altitudes maiores. Ainda não estava preparada para passar para o infinito, ainda não poderia alcançar o céu.

Sem saber onde eu chegaria eu continuava em frente em um frenesi incontrolável, tudo era pouco, mas a tristeza era demais para eu conseguir suportar em meu coração. De certa forma era uma maneira de eu mandá-la embora sem perder meu caráter. Sem me perder. Eu tinha um sonho suprimido de um dia encontrar alguém que me fizesse sentir completa. Por mais que eu me sentisse feliz em mim mesma. Não era uma felicidade real, ela era incompleta, pois não tinha com quem dividir. Eu percebia que não tinha uma mão para segurar ao sair na rua, para puxar, para direcionar, para me segurar quando eu fraqueja-se.

Mas uma felicidade leva a outra, de certa forma. Eu sabia o que era ser triste, eu sabia o que era sofrer, eu sabia o que era dor e estava aprendendo o que era liberdade. O sorriso no meu rosto era verdadeiro, pois eu estava novamente vivendo. Eu estava em casa, eu não precisava de mais nada, eu não precisava mentir, eu só precisava ser eu. Falar coisas boas, coisas bobas. E assim tudo mudou.

Hoje eu descobri no seu olhar um brilho diferente, um brilho que me faz querer mais. Sei que o seu olhar, seus toques, seus beijos me levam a alcançar as estrelas. E por elas, e para elas finalmente estou sendo guiada. As dificuldades estão aí. Entre tantas coisas preciso do seu apoio. Quero ser forte. Mas eu quero te apoiar ainda mais. Não estou conseguindo passar certos obstáculos e isso me deixa de certa forma frustrada. Mas o fato de você estar ao meu lado. Já é o suficiente para me fazer sorrir verdadeiramente e esquecer os infortúnios do dia-a-dia.

Eu te amo tanto que você faz meus sonhos persistirem, mesmo sabendo que ainda existe a escuridão. É como se ela não pudesse me atingir no pedestal que criaste para mim, e me sinto segura. Eu perderia meus sonhos novamente se você não estivesse ao meu lado, eu me perderia novamente, eu não quero mais fingir que a felicidade não é para mim. Hoje existem flores por onde eu passo, existem possibilidades, existe um coração dentro de mim.

Um beijo como o seu, eu jamais provei igual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário