quinta-feira, agosto 20, 2009

quem sabe

Aula de Direito Civil... A professora ainda não enviou a aula que ela fez, quando ela mandar eu coloco aqui... esse é só um esboço

Clicar >>> 19 de agosto DIR CIVIL

..................................................

Hoje escreverei o post para mim mesma... assim quem sabe, eu leia ele e consiga ver a verdade que eu não conseguia, quase como um sonho, que você só entende depois da sua mente já ter lhe dado a imagem...

Eu me sinto traindo, eu me sinto traída.

Não acredito em muitas coisas e acredito no que talvez devesse duvidar.

Queria que as pessoas entendessem o quanto significam para as outras, e que um minuto é muito tempo para esperar quem você gosta.

As flores sempre existem, mas não resistem a vendavais constantes.

Eu ainda não sei o segredo do universo, na realidade descobri a uns 2 anos o que é "o" do 'borogodó", e meu cunhado não sabia até 2 meses atrás.

Quero viver vivendo meus sonhos, não apenas sonha-los a noite e acordar em uma realidade cruel.

Não tenho mais raiva, não tenho mais sentimento algum. Ou talvez até tenha, só não sei dizer o que realmente bate em meu peito.

Acho que o maior erro sempre é o meu, me acho sempre a mais feia, e a mais burra. Mesmo hoje...

Tem dias que ao me olhar no espelho, vejo outra pessoa refletida, mas só me sinto completa, quando consigo ver a mim mesma.

Tomei decisões para não magoar os outros que acabaram ferindo tanto a mim mesma, que cheguei a dúvidar se esse era o melhor caminho.

Ainda me sinto na bera do precipidio com lobos famintos me cercando por todas as partes, apesar de avistar uma ponte ao longe.

Eu não tenho medo de dizer que AMO meus amigos, não gosto, AMO mesmo e daria a minha vida por eles.

Ainda acredito em amor e em relacionamento duradouro.

Ainda não entendo qual seria o significado da expressão "medianeira", afinal, é apenas uma cidade...

Quero mudar o mundo, uma coisa de cada vez, mas quero mudar o mundo!

Chorar de felicidade, vale um dia inteiro. Chorar de tristeza, vale uma vida inteira.

Acredito em utopias!

Gosto, eu realmente sinto prazer em ajudar os outros, e em tratar os outros bem.

Eu realmente trato bem as pessoas que me odeiam, porque? porque eu acredito, que elas me odeiam porque tem odio de si mesmas, afinal, para odiar alguem, o odio tem que estar no seu coração.

Eu vivo me machucando, e queria beijinhos para sarar.

Eu quero que meu espírito nunca envelheça.

E sim, eu tomo banho de chuva!

Photobucket

Quem sabe assim eu sinto meu coração sendo ligado ao da pessoa que eu gosto, assim como a chuva une o céu e a terra...

Um comentário: