quinta-feira, outubro 09, 2008

Declaração

a roda-gigante girou de uma tal forma que acabou se deslocando do eixo e desce a ladeira de uma forma tão ligeira que a diferença entre tocar o céu.e o asfalto.já não é mais percebida.o corpo se retraiu.ficou neutro.o coração se retraiu.ficou neutro.congelou-se.e congelou as feridas.dessa forma.não sangra.não dói.só existe.o pior.é vê-las.mas já se acostumei.

um dia vai doer.e quando doer..volto a escrever.

escrever.seria me ver.e não posso

(esse post é destinado a um amigo meu, que eu espero poder voltar a ler suas declarações tão belas. Que tudo na sua vida melhore. Eu estou torcendo por você)

Um comentário:

  1. Somos obrigados em alguns momentos a nos esquecer.A deixar de saber quem somos.Por mais que pareça ser impossível.A deixar de saber quantas feridas temos.Quantas mágoas possuímos.Quantas cicatrizes estão se formando.E apenas seguir.Às vezes nos olhar.Nos faz nos limitar.E infelizmente.O momento.não permite.Belíssimo Blog.Simplesmente belo.Mostra a sua essência.A beleza que existe dentro de ti.Admiro-Te e muito.E me sinto honrado.De ter a sua amizade.De ter a sua presença na minha vida.Obrigado.És uma belíssima pessoa.

    ResponderExcluir